domingo, 22 de janeiro de 2012

Lua oca

Uma coisa que sempre me intrigou foi a teoria do nosso satélite natural , a lua, ser oca. Isso num primeiro momento me deixou muito interessado e curioso sobre o assunto então vou postar sobre o tema.

"As suposições de que o interior da Lua é oco começaram a ser levantadas antes da primeira visita dos astronautas ao satélite. Em 1962, o cientista da NASA dr. Gordon MacDonald, revendo as informações sobre a densidade da Terra e comparando com a densidade da Lua, muito inferior, concluiu que tal diferença somente seria justificada se a Lua fosse oca. A baixa densidade não era compatível com uma esfera homogênea. Idéia semelhante foi denfendida pelo dr. Harold Urey, detentor de um prêmio Nobel; ele sugere que a Lua contém uma cavidade. A mesma opinião foi endossada pelo dr. Sean C. Salomon, do MIT que declarou: '...a Lua pode ser oca.'"

Mas Carl Sagan (Inteligent Life in the Universe), diz: "Um satélite natural não pode ser um objeto oco. Se isso é verdade e a Lua for realmente oca significa que existe alguma coisa muito estranha sobre o nosso satélite".

NASA 
Na Apollo 12 o impacto do módulo lunar causou abalos sismicos (pequenos). O pouso da Apollo XII causou uma reverberação semelhante ao barulho de um sino que durou cerca de uma hora. 

 Teoria Hollow Moon 
Existe uma teoria (pseudo)científica que explora essa possibilidade. 


Minha Opinião
Muitas pessoas dizem que a lua é oca e é uma boa hipótese uma das teorias diz que ela foi trazida pelas Anunnaki eles podem estar ainda nos vigiando. Pode parecer absurdo mas há crateras na lua que não tem fundo e pode ser que essas crateras sejam entradas para o interior da lua. Sem a lua a vida não seria possível na Terra porque é ela quem cria o efeito de maré sem o efeito da maré e o movimento nos oceanos não haveria vida aqui. será a lua uma nave espacial gigante ? como em Star wars , mas se eles estão nos vigiando o que eles querem ? Por que ainda estão aqui ? 
...
Fica o mistério !


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário